quarta-feira, 12 de abril de 2017

Skid Row: Tudo sobre o clássico "I Remember You"


“I Remember You”, um dos maiores clássicos da banda, é o último single lançado do álbum homônimo de estreia do Skid Row, de 1989. Foi composta por Rachel Bolan e David “The Snake” Sabo, respectivamente baixista e guitarrista da banda. Após ser lançada, alcançou a 6ª posição na Billboard Hot 100, a 23ª colocação na Mainstream Rock Tracks, e o 36º lugar no UK Singles chart. Também foi feito um videoclipe que foi grande sucesso na MTV, e que atualmente no youtube já conta com mais de 70 milhões de visualizações apenas um dos vídeos postados da música.



Foi utilizada como trilha sonora para séries, filmes, desenhos, jogos e novelas. Segue a lista de onde a canção apareceu.
1991 – Vamp (novela da Globo)
2005 – Reunion (série da FOX)
2006 – Frets on Fire (jogo de computador)
2006 – Friday Night Lights (série da NBC)
2007 - October Road (série da ABC)
2007 – South Park (desenho da FOX)
2010 – Bones (filme)
2010 – Californication (série da Showtime), apesar de ser um cover pela banda fictícia Queens of Dogtown
2012 – Rock of Ages (filme baseado no musical de mesmo nome)



“I remember you” ainda fez parte da coletânea brasileira Lovy Metal da Som Livre, e foi coverizada por várias bandas ao longo dos anos. E curiosamente o grupo nordestino de forró Mulheres Perdidas gravou uma versão em português chamada “Salve o nosso amor”. Mais curioso ainda é que foi feita uma tese de mestrado com o título “Adaptações Musicais e Deslocamentos: Um exercício de análise do discurso em diálogo com Michel Foulcaut”, em que o autor Lucas Martins Gama Khalil analisa a música do Mulheres Perdidas em contraponto com a música do Skid Row.

O ex-vocalista do Skid Row, Sebastian Bach, falou da canção em uma entrevista de 2007: "I Remember You" foi a balada de 1º lugar nos Estados Unidos da América no ano de 1990... Você fala sobre fazer memórias! Literalmente todo o país da América fez de sua balada ‘I Remember You’ um ano, e isso é uma memória real pesada para bater." E em 2013, numa entrevista ao site Subba Cultcha, comentou: “Quando você vê a plateia no DVD, eu consigo fazer isto muito bem, e eu amo meu novo material... mas a plateia simplesmente não reage da mesma forma que quando escutam 'I Remember You'. Eu não acho que é bom ou ruim, mas é assim. 'I remember You' não vai a lugar algum... no meu set. Não vai sair de lá, provavelmente até meu último dia de vida, e eu estou ok com isso. É o showbiz. Eu não sou diferente de Willie Nelson tocando 'On The Road Again.' 'I remember You' é meu 'On the Road Again' (risos)!" ”. E realmente ela até hoje faz do repertório de seus shows solo, assim como do Skid Row com a atual formação.





Falando em Sebastian Bach, ele foi um dos destaques e responsáveis pelo sucesso da banda com seu poderoso vocal. Sua classificação vocal é tenor, e nesta música especificamente, segundo o professor de técnica vocal Caio Loesch, ele utiliza as seguintes técnicas: Respiração diafragmática intercostal (respiração em que os pulmões se enchem, expandindo não na região alta, estufando o peito, mas em uma região baixa e lateral, assim expandindo as costelas, havendo assim um controle maior da pressão de ar por parte do cantor); Voz de Cabeça (Sub-registro em que a voz fica com ressonância mais elevada, com sensação acústica na cabeça. Há uma pequena elevação da laringe e o músculo predominante na produção sonora é o cricotireóideo, que ajuda a prega vocal a alcançar maiores frequências, fazendo com que, contudo, o som perca volume e potência); Health Belting (técnica em que há uma elevação na laringe, e a manutenção da projeção vocal em regiões mais agudas, fazendo com que o som tenha mais volume, e mais brilho, comparado à voz de cabeça. É utilizado pelo cantor para atingir notas agudas com mais imponência.); Melisma (acabamento vocal, em que uma série de sons, notas musicais, é floreado em uma mesma vogal); Drive power creacky (drive glótico, que ocorre primordialmente pela ação das cartilagens aritenóides enquanto há um som mais “apertado”, decorrente do ajuste “clamp voice”). Além disso, nesta música, ele vai da nota grave A (Lá) 2 até a nota aguda E (Mi) 5. (*)


A letra de “I remember you” que o leitor verá a seguir traduzida fala sobre um amor que preenchia a vida do eu lírico e a saudade por ter se acabado. Em relação à literatura, seria o amor descrito no período denominado Romantismo, representado por poetas como Lord Byron e Goethe na Europa e Álvares de Azevedo no Brasil, um amor puro, idealizado que causa uma felicidade plena e perfeita(“Eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo”), mas se acabado leva à autodestruição, à solidão, à melancolia e à falta de sentido da existência:


Lembro-me de você

Acordei ao som da chuva torrencial
O vento sussurrava e eu pensei em você
E em todas as lágrimas que chorou, que chamavam meu nome
E quando você precisou de mim, eu correspondi

Eu desenho um quadro dos dias passados
Quando o amor ficou cego e você me fazia ver
Eu ficaria uma vida inteira em seus olhos
De forma que eu sabia que você estava lá para mim

Dia após dia, você estava lá para mim
Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas
Letras de amor na areia, lembro-me de você
Através das noites sem dormir e a cada dia interminável
Eu queria ouvir você dizer: Lembro-me de você

Nós passamos o verão com a persiana abaixada
Queria que todo depois fosse deste mesmo jeito
Você disse ‘eu te amo, querido’, sem um som
Eu disse que daria minha vida por apenas um beijo
Eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas
Letras de amor na areia, lembro-me de você
Através das noites sem dormir e cada dia interminável
Eu queria ouvir você dizer: ‘Lembro-me de você’...

Nós tivemos nossos momentos difíceis
Mas esse é o preço que pagamos
E através disso tudo nós mantivemos a promessa que fizemos
Eu juro que você nunca estará sozinha...


Skid Row ao vivo no Brasil, em 1992, no Hollywood Rock:



 * Agradecimentos ao vocalista e professor de canto Caio Loesch pela análise vocal feita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário