terça-feira, 18 de outubro de 2016

Show de Sebastian Bach no Carioca Clube, em SP - 16/10/2016



No último dia 16, no domingo, Sebastian Bach, o eterno ex-vocalista da banda Skid Row fez um show no Carioca Bar, em SP, com um set repleto de clássicos do Skid Row e alguns covers.

por Renan Caíque



Após um atraso de meia hora, o público ansioso gritava "Tião, Tião". E quando finalmente as cortinas se abrem aparecem o guitarrista Brent Woods, o baixista Rob De Luca e o baterista Bobby Jarzombek e começam a tocar o clássico "Little Wing" de Jimi Hendrix, e Sebastian vem logo em seguida e logo nas primeiras palavras "she's walking through the clouds(...)" leva o público à loucura. Depois foi a vez da belíssima balada "Breakin' down" do pouco lembrado Subhuman Race de 1995, e que foi trilha sonora do filme Anjos Rebeldes. Depois veio seguidas as baladas "18 and life", "Wasted Time", "Quicksand Jesus", e não há como descrever o êxtase em que a galera estava no momento, em um coro ímpar, repleto de feeling e entusiasmo.

Depois dessas uma fã mostrou uma faixa em que dizia que era seu aniversário, e Sebastian em toda sua modéstia e gentileza cantou "Happy Birthday to you(...)" para a moça que deve ter sido levada às lágrimas de emoção, e em seguida veio "I remember you", aquele tipo de música que você pode ouvir milhares de vezes, e em vez de enjoar, o fascínio aumenta cada vez mais, e ao vivo o sentimento de apreciação é ainda mais intenso. Depois veio a pedrada "Slave to the grind" do clássico disco homônimo de 1991, fazendo os fãs bangearem incessantemente. Depois as maravilhosas "Sweet little sister" e "Big Guns" do primeiro álbum, de 1989. A seguir outra pedradas: "The Threat",  "American Metalhead" e "Piece of me”. Após essas a esplêndida "Monkey Business" do Slave to the grind, um cover de "Tom Sawyer" do Rush, e "Rattlesnake Shake". A próxima foi o hino Hard "Youth gone wild", com direito a no meio dela a expulsão de um arruaçeiro, por ordem de Sebastian, que estava causando confusão na plateia. A noite foi encerrada com "TNT" do AC/DC.

Sebastian demonstrou uma grande simpatia e humildade em seu envolvimento com os fãs, e mostrou também que com seus 48 anos continua com um vocal incrível e canta com a alma, mostrando ser ainda um dos maiores ícones do Hard Rock. Com certeza um show mágico para guardar para a vida inteira no coração, tanto para os que já o tinham visto quando para os fãs que o viram pela primeira vez, apesar de muitos terem sentido falta da mais que clássica "In a darkened room", e de ter havido alguns problemas técnicos. Não havia tanta gente quanto deveria ter para alguém do calibre de Sebastian Bach, mas com certeza a maioria dos que estavam eram fãs de verdade e cantaram lindamente todas as canções executadas na noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário