quarta-feira, 12 de abril de 2017

Skid Row: Tudo sobre o clássico "I Remember You"


“I Remember You”, um dos maiores clássicos da banda, é o último single lançado do álbum homônimo de estreia do Skid Row, de 1989. Foi composta por Rachel Bolan e David “The Snake” Sabo, respectivamente baixista e guitarrista da banda. Após ser lançada, alcançou a 6ª posição na Billboard Hot 100, a 23ª colocação na Mainstream Rock Tracks, e o 36º lugar no UK Singles chart. Também foi feito um videoclipe que foi grande sucesso na MTV, e que atualmente no youtube já conta com mais de 70 milhões de visualizações apenas um dos vídeos postados da música.



Foi utilizada como trilha sonora para séries, filmes, desenhos, jogos e novelas. Segue a lista de onde a canção apareceu.
1991 – Vamp (novela da Globo)
2005 – Reunion (série da FOX)
2006 – Frets on Fire (jogo de computador)
2006 – Friday Night Lights (série da NBC)
2007 - October Road (série da ABC)
2007 – South Park (desenho da FOX)
2010 – Bones (filme)
2010 – Californication (série da Showtime), apesar de ser um cover pela banda fictícia Queens of Dogtown
2012 – Rock of Ages (filme baseado no musical de mesmo nome)



“I remember you” ainda fez parte da coletânea brasileira Lovy Metal da Som Livre, e foi coverizada por várias bandas ao longo dos anos. E curiosamente o grupo nordestino de forró Mulheres Perdidas gravou uma versão em português chamada “Salve o nosso amor”. Mais curioso ainda é que foi feita uma tese de mestrado com o título “Adaptações Musicais e Deslocamentos: Um exercício de análise do discurso em diálogo com Michel Foulcaut”, em que o autor Lucas Martins Gama Khalil analisa a música do Mulheres Perdidas em contraponto com a música do Skid Row.

O ex-vocalista do Skid Row, Sebastian Bach, falou da canção em uma entrevista de 2007: "I Remember You" foi a balada de 1º lugar nos Estados Unidos da América no ano de 1990... Você fala sobre fazer memórias! Literalmente todo o país da América fez de sua balada ‘I Remember You’ um ano, e isso é uma memória real pesada para bater." E em 2013, numa entrevista ao site Subba Cultcha, comentou: “Quando você vê a plateia no DVD, eu consigo fazer isto muito bem, e eu amo meu novo material... mas a plateia simplesmente não reage da mesma forma que quando escutam 'I Remember You'. Eu não acho que é bom ou ruim, mas é assim. 'I remember You' não vai a lugar algum... no meu set. Não vai sair de lá, provavelmente até meu último dia de vida, e eu estou ok com isso. É o showbiz. Eu não sou diferente de Willie Nelson tocando 'On The Road Again.' 'I remember You' é meu 'On the Road Again' (risos)!" ”. E realmente ela até hoje faz do repertório de seus shows solo, assim como do Skid Row com a atual formação.





Falando em Sebastian Bach, ele foi um dos destaques e responsáveis pelo sucesso da banda com seu poderoso vocal. Sua classificação vocal é tenor, e nesta música especificamente, segundo o professor de técnica vocal Caio Loesch, ele utiliza as seguintes técnicas: Respiração diafragmática intercostal (respiração em que os pulmões se enchem, expandindo não na região alta, estufando o peito, mas em uma região baixa e lateral, assim expandindo as costelas, havendo assim um controle maior da pressão de ar por parte do cantor); Voz de Cabeça (Sub-registro em que a voz fica com ressonância mais elevada, com sensação acústica na cabeça. Há uma pequena elevação da laringe e o músculo predominante na produção sonora é o cricotireóideo, que ajuda a prega vocal a alcançar maiores frequências, fazendo com que, contudo, o som perca volume e potência); Health Belting (técnica em que há uma elevação na laringe, e a manutenção da projeção vocal em regiões mais agudas, fazendo com que o som tenha mais volume, e mais brilho, comparado à voz de cabeça. É utilizado pelo cantor para atingir notas agudas com mais imponência.); Melisma (acabamento vocal, em que uma série de sons, notas musicais, é floreado em uma mesma vogal); Drive power creacky (drive glótico, que ocorre primordialmente pela ação das cartilagens aritenóides enquanto há um som mais “apertado”, decorrente do ajuste “clamp voice”). Além disso, nesta música, ele vai da nota grave A (Lá) 2 até a nota aguda E (Mi) 5. (*)


A letra de “I remember you” que o leitor verá a seguir traduzida fala sobre um amor que preenchia a vida do eu lírico e a saudade por ter se acabado. Em relação à literatura, seria o amor descrito no período denominado Romantismo, representado por poetas como Lord Byron e Goethe na Europa e Álvares de Azevedo no Brasil, um amor puro, idealizado que causa uma felicidade plena e perfeita(“Eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo”), mas se acabado leva à autodestruição, à solidão, à melancolia e à falta de sentido da existência:


Lembro-me de você

Acordei ao som da chuva torrencial
O vento sussurrava e eu pensei em você
E em todas as lágrimas que chorou, que chamavam meu nome
E quando você precisou de mim, eu correspondi

Eu desenho um quadro dos dias passados
Quando o amor ficou cego e você me fazia ver
Eu ficaria uma vida inteira em seus olhos
De forma que eu sabia que você estava lá para mim

Dia após dia, você estava lá para mim
Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas
Letras de amor na areia, lembro-me de você
Através das noites sem dormir e a cada dia interminável
Eu queria ouvir você dizer: Lembro-me de você

Nós passamos o verão com a persiana abaixada
Queria que todo depois fosse deste mesmo jeito
Você disse ‘eu te amo, querido’, sem um som
Eu disse que daria minha vida por apenas um beijo
Eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas
Letras de amor na areia, lembro-me de você
Através das noites sem dormir e cada dia interminável
Eu queria ouvir você dizer: ‘Lembro-me de você’...

Nós tivemos nossos momentos difíceis
Mas esse é o preço que pagamos
E através disso tudo nós mantivemos a promessa que fizemos
Eu juro que você nunca estará sozinha...


Skid Row ao vivo no Brasil, em 1992, no Hollywood Rock:



 * Agradecimentos ao vocalista e professor de canto Caio Loesch pela análise vocal feita.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

60 filmes pra quem ama Rock e Metal



Há muitos filmes que são especialmente de Rock, outros apenas contém uma trilha sonora deste estilo. Esta matéria mostrará os vários filmes que tratam do tema, alguns que são verdadeiras e maravilhosas homenagens e outros que apenas flertam com o Rock e o Metal, alguns bem conhecidos outros menos. Eis 60 destes filmes. Prepare a pipoca e boa leitura:



60 - Heavy Metal: Universo em fantasia (1981)

O clássico "Heavy Metal" é composto de histórias baseadas nas revistas adultas em quadrinhos de ficção científica e fantasia de mesmo nome. Apesar de não ser um filme sobre rock ou metal, é célebre entre os fãs do estilo pela memorável trilha sonora composta por Black Sabbath,  Blue Öyster Cult, Journey, Nazareth, Grand Funk Railroad, Devo, Sammy Hagar, Cheap Trick, etc.

59 - Heavy Metal 2000(2000)

"Heavy Metal 2000" é a continuação da animação anteriormente comentada. Também baseado nos quadrinhos, conta com trilha sonora de Pantera, System of a Down, Billy Idol, Queens of the Stone Age, Bauhaus, Machine Head, entre outras.

58 - The Rocky Horror Picture Show(1975)

No musical "The Rocky Horror Picture Show", um casal após ter problema com o carro, acaba parando em um misterioso castelo no meio do nada para pedir ajuda, e lá se deparam com muitas situações bizarras.

57 - Aconteceu em Woodstock(2009)

"Taking Woodstock" nos faz voltar a 1969, ano em que ocorreu o mais célebre festival de Rock de todos os tempos. Baseado no livro auto-biográfico "Taking Woodstock: A True Story of a Riot, A Concert, and A Life" de Elliot Tiber, conta como ele conseguiu levar o Woodstock para a pequena cidade de White Lake, no interior de Nova York.

56 - Os Reis do Iê Iê Iê(1964)

"A Hard Day's Night" foi o primeiro filme dos Beatles, e simplesmente mostra um dia da rotina do quarteto de Liverpool, no auge de seu sucesso. Concorreu a dois oscars e acabou se tornando um clássico do cinema. É uma comédia tipicamente inglesa filmada em preto em branco, e em forma de documentário fictício.

55 - Somos tão jovens(2013)

"Somos tão jovens" nos mostra o jovem idealista Renato Russo, que na música começou com o Aborto Elétrico e depois no Legião Urbana, que se tornou um dos maiores nomes do rock nacional de todos os tempos, encantando diversas gerações.

54 - Cazuza: O tempo não para(2004)

 "Cazuza: O tempo não para" conta a história de Cazuza, desde o início da carreira, em 1981, até sua morte em 1990, aos 32 anos, mostrando o seu sucesso com o Barão Vermelho e a carreira solo, com suas letras que se tornaram a voz de uma geração.

53 - Metal - Uma Jornada pelo Mundo do Heavy Metal(2005)

O documentário "Metal: A Headbanger's Journey" mostra o antropólogo canadense Sam Dunn, que se tornou um fã de heavy metal aos 12 anos. Ele viaja através do mundo para obter várias opiniões sobre o Metal, incluindo suas origens, cultura, controvérsias e razões pelas quais ele é amado por tantas pessoas. Contém entrevistas com astros do rock e do metal como Dio (Black Sabbath, Rainbow), Tom Araya e Kerry King (Slayer), Tony Iommi (Black Sabbath), Alice Cooper, Bruce Dickinson (Iron Maiden), Angela Gossow (Arch Enemy), Tom Morello (Rage Against the Machine), Vince Neil (Mötley Crüe), Lemmy Kismister(Motörhead), Geddy Lee (Rush), Doro Pesch, Dee Snider (Twister Sister), Rob Zombie (White Zombie) e muito mais. Na trilha sonora: Iron Maiden, Accept, Blue Cheer, Arch Enemy, Dio, Diamond Head, Motörhead, Rush, Sepultura, Slayer, Van Halen, Venom, Twisted Sister, Mötley Crüe, Metallica, Girlschool, Canibal Corpse, entre outros.



52 - Global Metal(2008)

"Global Metal" é um documentário, continuação de "Metal: A Headbanger's Journey". Mostra o impacto da globalização com o heavy metal e a influência do estilo em diferentes países e culturas pelo mundo. Contém entrevistas com vários músicos e fãs do estilo, novamente. Na trilha sonora: Iron Maiden, Scorpions, Kiss, Deep Purple, Motörhead, Sepultura, Slayer, In Flames, X Japan, Metallica, Marty Friedman, Lamb of God, Sigh entre outros.

51 - Kiss contra o fantasma do parque(1978)

"Kiss Meets The Phantom of The Park" é baseado nas revistas em quadrinhos "Kiss" da Marvel, e nos mostra os integrantes clássicos do Kiss, Paul Stanley, Gene Simmons, Ace Frehley e Peter Criss, cada um com um super poder, que se unem para combater o louco cientista Abner, que descobriu uma maneira de clonar humanos. Curiosamente, os membros do Kiss que participaram do filme se lamentam e se arrependem profundamente por terem participado.


50 - Little Nicky: Um Diabo Diferente (2000)

Em "Little Nicky", comédia com Adam Sandler no papel principal, Nicky é um jovem fã de Heavy Metal e é o filho do Diabo. Porém, ele é bom e seu objetivo é impedir seus dois irmãos, que intencionam roubar o trono do pai para fazer um verdadeiro inferno na Terra. Participações especiais de Ozzy Osbourne e Quentin Tarantino, e trilha sonora com AC/DC, Van Halen, Ozzy, Disturbed, Deftones, Scorpions, Dave Grohl, Muse, P.O.D., Johnny Cash, etc.




49 - Bill & Ted - Uma Aventura Fantástica (1989)

Em "Bill & Ted's Excellent Adventure", Bill e Ted são dois fãs de Rock que tem uma banda. Certo dia eles conhecem o misterioso Rufus, que é um emissário do futuro. No tempo de Rufus, a música dos dois amigos é o que mantém a existência e se a banda deles for banida, o mundo de Rufus pode perecer. Trilha sonora com Shark Island, Extreme, Power Tool, Big Pig, Robbie Rob, Tora Tora, Toxic Tunes, Vital Signs, Rori, etc.


48 - Bill & Ted - Dois Loucos no Tempo (1991)

Em "Bill & Ted's Bogus Journey", uma criatura do mal planeja criar uma nova ordem e para tal é necessário aniquilar os roqueiros Bill e Ted. Eles morrem e são substituídos por dois robôs idênticos a eles. Mas os verdadeiros Bill e Ted ainda vão lutar para tentar vencer a Morte, passando pelo Inferno e o Paraíso, e ainda participar de um concurso de bandas. Trilha sonora com Megadeth, Slaughter, Faith no more, Steve Vai, Kiss, Ritchie Kotzen, Winger, Primus, etc.


47 - CBGB - O berço do Punk Rock (2013)

"CBGB" conta a história real do conhecido clube nova-iorquino de Hilly Kristal que exigia que as bandas que lá tocavam, executassem apenas músicas próprias, e que acabou se tornando o berço de várias bandas, algumas bem renomadas, principalmente de punk. Trilha sonora com New York Dolls, The Police, Joey Ramone, The Heartbreakers, The Stooges, The Velvet Undeground, MC5, Talking Heads, Blondie, Dead Boys, etc


46 - C.R.A.Z.Y. - Loucos por amor(2005)

"Coming of age" nos mostra Zachary, nascido nos anos 60, é o 4º entre 5 irmãos, todos meninos. Sua infância e adolescência são difíceis por ele perceber a descoberta de uma sexualidade diferente do "comum" e sua tentativa de reprimir o que sente para não decepcionar a conservadora família, principalmente o pai. Na trilha sonora David Bowie, Elvis Presley, Jefferson Airplane, Pink Floyd, Rolling Stones, The Cure e The Stories.


45 - Elvis Presley: O início de uma lenda (2005)

"Elvis" conta a conturbada vida da lenda Elvis Presley, desde sua humilde origem até sua ascensão titânica, seus problemas com drogas, relacionamentos e sua personalidade difícil e única. Uma belíssima cinebiografia para conhecer um pouco do rei do Rock and Roll.


44 - A Fera do Rock (1989)

"Great Balls of Fire!" é uma biografia do cantor de rock Jerry Lee Lewis. Mostra sua grande fama e reconhecimento nos anos 50 e também seu envolvimento com Myra Gale Lewis, com quem se casou quando ela tinha apenas 13 anos e a decadência em sua carreira e vida pessoal devido a este fato.


43 - Hair (1979)

"Hair" é um belíssimo musical bem ao estilo do Glam Rock setentista e um produto da contracultura hippie e da revolução sexual dos anos 60. Drogas, pacifismo, amor, aversão aos comportamentos convencionais impostos pela sociedade compõem esta bela obra.


42 - Deathgasm (2015)

"Deathgasm" mostra a amizade de dois headbangers Zakk, que montam uma banda. Um dia eles acidentalmente acabam invocando forças do mal, e terão que enfrentar seres malignos. Um filme bem trash, com uma trilha sonora repleta de Metal underground, do heavy ao black: Skull Fist,  Bulletbelt, Emperor, Ihsahn, Axeslasher, Goatesque, Midnight, Pathology, Elm Street, etc.



41 - Meu pecado favorito (2003)

"Prey For Rock and Roll" é um filme baseado na vida de Cheri Lovedog, que era vocalista de uma banda de punk rock e lutou durante muito tempo em vão para atingir o sucesso. É um drama que gira em torno do lugar-comum "sexo, drogas e rock 'n' roll", mas que também trata de assuntos mais sérios. Está longe de ser uma obra-prima, mas é um filme interessante pra quem gosta do estilo assistir, nem que seja só por curiosidade.


40 - Dois loucos na noite (1993)

"The Stoned Age" é simplesmente sobre Joe e Hubbs, um par de headbangers em busca de diversão, numa noite qualquer. Este é o conto de suas aventuras, que envolve o clássico "sexo, drogas e rock 'n' roll".  É um filme meio bobo, mas engraçado, bem do estilo do clássico "Dazed and Confuzed", aliás na capa do filme consta a  inscrição: "Melhor que Dazed and Confused". A trilha sonora é uma das melhores que já conheci, com Black Sabbath, Blue Öyster Cult, Ted Nugent, Deep Purple, Focus, Montrose, Foghat, T.Rex, entre outros.


39 - O pior trabalho do mundo (2010)

Em "Get Him to the Greek", um jovem se torna segurança do astro do rock Aldous Snow é um renomado músico de temperamento forte e que leva a vida regrada a alcoolismo e festas. A maior parte da trilha sonora foi feita para o filme, mas também tem Sex Pistols, The Clash, T. Rex, The Rolling Stones, New York Dolls, Ramones, etc, e participações de Lars Ulrich do Metallica e Dee Snider do Twisted Sister.


38 - O roqueiro (2008)

"The Rocker" mostra o baterista Fish, 20 anos após ser chutado da banda Vesuvius, de Glam Metal nos anos 80. Depois de muito tempo parado ele tentar à música e começa a tocar com o seu sobrinho. Na trilha sonora Cinderella, Foreigner, Europe, Poison, além de várias músicas feitas apenas para o filme.


37 - Hedwig: Rock, Amor e Traição (2001)

Em "Hedwig and the Angry Inch", Hedwig é uma cantora de rock transsexual, que passa por muitos dissabores, mas também belos momentos. Esta é uma belíssima obra que mistura comédia, romance e drama, e conta com uma história no fundo bem profunda e comovente e uma belíssima trilha sonora composta apenas para o filme.

36 - Controle: A história de Ian Curtis (2007)

"Control" mostra os últimos anos da vida de Ian Curtis, vocalista da lendária banda inglesa Joy Division, que suicidou em 18 de maio de 1980, aos 23 anos. Uma obra poética, melancólica e sombria, que foca na personalidade excêntrica do artista retratado.



35 - A Rosa (1979)

"The Rose" é uma história de comédia e drama livremente baseada na vida de Janis Joplin. A trilha sonora foi toda feita para o filme, na fantástica voz de Bette Midler.


34 - The Wonders - O Sonho Não Acabou (1996)

Em "That Thing You Do!" é 1964, tempo de auge dos Beatles. Em uma pequena cidade da Pensilvânia, EUA, surge os Wonders, banda fictícia que segue a mesma linha musical do quarteto de Liverpool, e que aos poucos também vai chegando à fama. Trilha sonora composta para o filme.


33 - Sid e Nancy - O amor mata (1987)

"Sid and Nancy", uma bela produção com atuações excelentes, conta a trágica história de amor até a morte, do músico Sid Vicious, integrante do Sex Pistols, e Nancy, dois viciados em heroína, que eram perfeitos arquétipos da geração punk da década de 1970.


32 - Magia Negra no Rock (1991)

Em "Shock em' Dead", Martin faz um pacto com o diabo para se transformar numa grande estrela do Hard Rock. Ele se torna um guitarrista excepcional e tem tudo o que quer, porém terá que pagar um certo preço. Este é um filme de "terror trash" com trilha sonora fantástica, com participação do monstro da guitarra Michael Angelo Batio. Curiosamente o roteiro foi escrito em apenas três semanas e filmado em seis.







31 - Johnny & June (2005)

"Walk the Line" conta a trágica história do lendário cantor Johnny Cash, e seu amor pela também cantora June Carter. Simplesmente um dos melhores filmes já feitos, belíssimo, com atuações impecáveis e trilha sonora maravilhosa.


30 - Jovens, Loucos e Rebeldes (1993)

"Dazed and Confused" se passa em 1976, e (que surpresa!) mostra jovens à procura de bagunça, sexo, drogas e na trilha sonora tem muito Rock 'n' Roll das antigas como Alice Cooper, Nazareth, Aerosmith, ZZ Top, Black Sabbath, Deep Purple, Lynyrd Skynyrd, Kiss, Peter Frampton e muito mais. Curiosamente, o cultuado diretor Quentin Tarantino o incluiu em sua lista de dez melhores filmes de todos os tempos.


29 - Quanto mais idiota melhor (1992)

"Wayne's World" é uma engraçadíssima comédia com participações de Meat Loaf e Alice Cooper. Mostar Wayne e Garth, dois jovens fãs de Heavy Metal que apresentam um pequeno programa independente, e recebem proposta de um contrato para uma grande rede de televisão. Na trilha sonora, Queen, Cinderella, Jimi Hendrix, Black Sabbath, Alice Cooper, Eric Clapton, Soundgarden, Ugly Kid Joe, entre outros.



28 - Quanto mais idiota melhor 2 (1993)

"Wayne's World 2" é a continuação do filme comentado anteriormente; e dessa vez traz participação do Aerosmith. Wayne conversa com Jim Morrison em sonho, que o diz para organizar um concerto de Rock. Então Wayne e Garth providenciam o 'Waynestock'. Na trilha sonora, Robert Plant, Aerosmith, Bad Company, Joan Jett & the Blackhearts, entre outros. Uma comédia trash e engraçadíssima como o primeiro.

27 - Tommy (1975)

A famosa ópera rock do The Who "Tommy" é uma obra-prima artística para ser vista e revista. Nos mostra a criança cega, surda e muda(devido a problemas psicológicos) que se torna um campeão de pinball e, mais tarde, ídolo pop. Trilha sonora incrível, e participações de Elton John, Tina Turner, Arthur Brown e Eric Clapton.


26 - O garoto de Liverpool (2009)

"Nowhere Boy" é um filme de drama emocionante baseado na vida do jovem idealista John Lennon, que sonhava em ser como o rei Elvis Presley,  e acabou se tornando um dos maiores astros da história da música.

25 - Os cabeças de vento (1994)

Em "Airheads", três fãs de Metal que tem uma banda invadem a rádio KPPX, especializada em rock, com armas de brinquedo e obrigam o DJ a tocar sua fita demo, causando grande confusão. Uma comédia muito bacana tanto pra quem curte quanto pra quem não curte Rock. Conta com participações do White Zombie e de Lemmy Kilmister, e trilha sonora de Motörhead, Ramones, Anthrax, Candlebox, 4 Non Blondes, etc.


24 - Black Roses: a banda maldita (1988)

"Black Roses" é o nome de um conjunto de Hard Rock que tem show marcado numa pequena cidade. Os pais se preocupam com a "música satânica" do grupo, enquanto os jovens ficam empolgados pela grande atração, e mais tarde realmente os músicos demonstram ser demônios. É incrível como um filme tão ruim consegue ser tão maravilhoso! Isto mesmo; pois apesar dos efeitos e maquiagens toscas e a história boba; o filme tem diálogos inteligentes que provocam reflexão e uma trilha sonora impecável, quase toda feita por membros da banda de Hard Rock King Kobra, além de Lizzy Borden, Tempest, Bango Tango, David Michael-Phillips e Hallow's Eve. Filme bem do estilo de "Heavy Metal do terror"; recomendado principalmente para fãs de Hard/Glam oitentista.



23 - A Encruzilhada (1986)

"Crossroads" fala sobre um jovem e talentoso guitarrista à procura de fama e fortuna e assim junta-se a um experiente músico de blues, que o ensinará algumas lições sobre música e sobre a vida. Maravilhosa a participação de Steve Vai no filme, em épico duelo de guitarra. Muito bom!


22 - A história de Little Richard (2000)

"Little Richard" mostra a vida de Little Richard, o lendário cantor dos anos 50. A trama mostra desde sua infância pobre, passando pelo meteórico sucesso do músico até o seu retorno depois de deixar o rock para se tornar um pastor. Filme muito bonito, além de engraçado e comovente.


21 - Não estou lá (2007)

"I'm Not There", fala sobre o poeta e músico Bob Dylan(interpretado por vários atores distintos: Christian Bale, Cate Blanchett, Heath Ledger, Marcus Carl Franklin, Richard Gere e Ben Whishaw), porta-voz de uma geração e ícone da contracultura nos anos 60. Um filme com atuações fantásticas, trilha sonora lindíssima e de uma beleza poética inigualável. Mais que recomendado!



20 - A era do Rock (2004)

No filme "Pop Rocks", uma banda de Hard Rock chamada Rock Toxin, após fazer muito sucesso, acaba se dissolvendo, em 1982. Vinte anos depois, o vocalista tem um emprego monótono e enfrenta problemas como pai. Mas um velho amigo lhe dará a chance de voltar à cena e reviver a antiga banda. A trilha sonora conta com muito Hard como Foreigner e Kiss, além de músicas originais. É um filme de comédia bem divertido e leve. O único problema é que este filme é difícílimo de ser encontrado pra baixar ou comprar, simplesmente não se acha em lugar nenhum. Tive a sorte de assistir no sbt quando passou, muitos anos atrás. Então, se alguém souber onde encontrá-lo, favor colocar nos comentários.


19 - Os Piratas do Rock (2009)

"The Boat That Rocked", se passa em 1966. DJs dentro de um grande navio fazem algo inédito, montam uma rádio pirta que toca rock 24 horas por dia. A trilha sonora é composta de vários clássicos do rock sessentista, incluindo artistas e bandas como The Kinks, The Beach Boys, The Who, Jimi Hendrix, Procol Harum, David Bowie, Cat Stevens, Cream, Jeff Beck, Moody Blues, etc. É um bom filme: engraçado, ao mesmo tempo emocionante e com muita música boa, pra quem curte rock sessentista.


18 - Isto é Spinal Tap (1984)

"This Is Spinal Tap" é um documentário sobre a banda fictícia Spinal Tap, que satiriza o comportamento e as ambições musicais das bandas de hard rock e heavy metal dos anos 80. A trilha sonora é toda original. Uma verdadeira obra-prima essencial para fãs de Heavy Metal. Curiosamente, numa entrevista de 1997 dada à revista Spin pelo guitarrista Brad Whitford, do Aerosmith, ele disse: "da primeira vez que Steven Tyler viu o filme, ele não achou graça. Para que você veja quão próximo aquilo era. Ele ficou chateado! Para ele, aquilo não tinha graça nenhuma!"



17 - Vida de Solteiro (1992)

"Singles" é um filme de Cameron Crowe(o mesmo cara que fez "Quase Famosos"). Se passa em Seattle, início dos anos 90, no auge do Grunge. Várias histórias paralelas sobre jovens se descobrindo na vida profissional e amorosa. Um filme de amor e de rock, principalmente pra quem curte Grunge, com trilha de nomes como Alice In Chains, Pearl Jam, Chris Cornell, Soundgarden, Jimi Hendrix e Smashing Pumpkins.


16 - Hysteria - A história do Def Leppard (2001)

"Hysteria -The Def Leppard Story" mostra a história real do grupo inglês de Heavy Metal Def Leppard, que começou fazendo parte da NWOBHM(New Wave of British Heavy Metal) e depois de tornou  o som mais comercial devido ao enorme sucesso alcançado. Mostra os problemas com drogas e álcool de alguns integrantes e o acidente sofrido pelo baterista Rick Allen, que acabou perdendo um braço. Belíssimo e dramático! Recomendado a não só fãs da banda.


15 - Pink Floyd: The Wall (1982)

A história de "The Wall" é contada através com a música do Pink Floyd. É sobre Pink, um típico astro do rock que se parece com Syd Barret, numa misteriosa viagem interior(interpretado pelo músico Bob Geldof). Roger Waters faz uma pequena participação como convidado do casamento de Pink em "Mother". Uma obra psicodélica, filosófica e poética, repleta de metáforas, e ao som de uma das maiores e mais profundas lendas do Rock.



14 - The Runaways: Garotas do Rock (2010)

"The Runaways" é um filme de drama que conta a história da banda de rock da década de 1970 de mesmo nome. O roteiro foi adaptado do livro Neon Angel: A Memoir of a Runaway, escrito pela vocalista original da banda Cherie Currie. Um belo filme com muitas tragédias e alegrias, ao som do The Runaways.

13 - Ainda muito loucos(1998)

"Still Crazy" nos mostra 20 anos depois da banda de Hard Rock Strange Fruit ter sido desfeita, como estão os antigos músicos agora e a ideia de se reunirem e voltarem a tocar. Na trilha sonora, várias músicas excelentes criadas para a banda fictícia do filme, com destaque a música "The flame still burns", principalmente no final emocionante. Um filme muito bonito e divertido para amantes de Rock.


12 - Pé na Estrada - Bandwagon (1996)

Em "Bandwagon", o baterista Charlie forma a banda Circus Monkey e procura ascensão. Os integrantes se dispõem a tocar em qualquer lugar para serem reconhecidos. A trilha sonora é toda original.


11 - Heavy Metal do horror(ou O Rock do Dia das Bruxas) (1986):

"Trick or Treat" é um clássico filme trash oitentista; traz participações de Ozzy Osbourne e Gene Simmons, e a trilha sonora foi feita pela banda de Hard Rock Fastway. Conta a história de um jovem fã de Heavy Metal que sofre bullying na escola. Mas coisas estranhas e até surreais começam a acontecer e mudam a sua vida completamente.


10 - Rock of Ages: o filme (2012):

"Rock of Ages" é um filme de comédia/musical, adaptado da peça de mesmo nome de Chris D'Arienzo, que fez bastante sucesso na broadway. É um filme para fãs de Glam/Hard Rock oitentista, principalmente. E embora seja uma boba história de amor clichê, vale pela trilha sonora magnífica que conta com Foreigner, Guns 'n' Roses, Skid Row, Quiet Riot, Bon Jovi, Twisted Sister, Poison, Whitesnake, Kiss, Def Leppard, Journey, Joan Jett, Warrant, Extreme, entre outros clássicos dos anos 80. Os protagonistas cantam muito e fizeram um trabalho encantador, principalmente o Diego. O Tom Cruise também se saiu bem com um vocal digno do Mötley Crüe e do Ratt. Legal também a pequena participação de Sebastian Bach.




9 - Escola de Rock (2003)

"School of Rock" é uma comédia protagonizada por Jack Black, do grupo Tenacious D. É um filme leve e divertido com uma história bacana e criativa, que homenageia ao rock e aos fãs do estilo. Na trilha sonora tem vários monstros do rock como The Who, The Doors, Led Zeppelin, AC/DC, Cream, Ramones, entre outros.


8 - Metalhead (2013)

"Metalhead" é um filme dramático sobre Metal, que trata do assunto de forma mais séria e filosófica. A personagem protagonista Hera Karlsdottir nasceu em 1970, ano em que o heavy metal foi criado pelo Black Sabbath. Após seu irmão mais velho morrer em um acidente, ela se sente culpada, e encontra força e consolo no Metal. A trilha sonora conta com bandas como Megadeth, Savatage, Judas Priest, Diamond Head e Lizzy Borden.

7 - Tenacious D - uma dupla infernal (2006)

Tenacious D in: The Pick of Destiny é um filme musical que conta a história de forma cômica e nonsense da banda de rock Tenacious D, formada pelos atores e músicos Jack Black e Kyle Gass. Tem a participação especial de Ronnie James Dio, Dave Grohl, Meat Loaf, Ben Stiller e Tim Robbins. Muito bom!




6 - The Doors - o filme (1991)

O filme "The Doors" de Oliver Stone, com atuação brilhante de Val Kilmer, é uma verdadeira obra-prima que conta a história da banda, mas que foca principalmente no psicológico do genial e excêntrico Jim Morisson, um dos maiores poetas do Rock


5 - Velvet Goldmine (1998)

Em "Velvet Goldmine" é 1971, e o glam rock está em ascensão na Inglaterra, trazendo inovações na música e escandalizando o conservadorismo da época, com as pessoas vestindo roupas consideradas estranhas, os homens se vestindo como mulheres e buscando uma maior liberdade sexual. É com certeza um dos mais belos filmes já feitos, não apenas sobre rock; devido à sua sensibilidade e à profundidade filosófica que exala em alguns momentos, ao som de uma trilha sonora mais que memorável. Enfim, se ainda não viu, assista, com a mente aberta esta lindíssima obra da sétima arte.

4 - Across the Universe (2007)

"Across the Universe" é um maravilhoso musical que se passa nos anos 60. É ao mesmo tempo divertido e sério, engraçado e comovente; é uma linda crítica à guerra e uma ode ao amor. A maioria das canções do filme são canções que já foram interpretadas pelos Beatles, porém cantados pelos próprios atores, que fizeram um trabalho excelente.


3 - Detroit: a cidade do Rock (1999)

"Detroit Rock City" é uma comédia sobre quatro adolescentes de uma banda cover do Kiss que passam por algumas "aventuras" para ver seus ídolos em Detroit em 1978. Filme engraçadíssimo e essencial para todo fã de rock. Na trilha sonora, que é fantástica, além de ter muito Kiss, tem Nazareth, Thin Lizzy, Van Halen, AC/DC, Ted Nugent, Black Sabbath, Blue Oyster Cult, Ramones, UFO, Sweet, The Runaways, entre outras bandas clássicas.




2 - Rockstar (2001)

"Rock Star" é inspirado na vida do vocalista Tim Ripper e no período em que ele foi vocalista do Judas Priest. É uma bela produção de Hollywood com grandes estrelas do cinema. A banda fictícia Steel Dragon que aparece no filme é formada por  Zakk Wylde na guitarra, Jeff Pilson no baixo e Jason Bonham na bateria. Os vocais foram feitos por Miljenko Matijevic (da banda de hard rock Steelheart) e Jeff Scott Soto, além de o filme ter uma pequena participação de Myles Kennedy, vocalista da banda solo de Slash e do Alter Bridge.


1 - Quase famosos (2000)

"Almost Famous" é uma das mais bonitas homenagens já feitas ao rock no cinema. Retrata o cenário do rock dos anos 70. Baseado na vida pessoal do diretor Cameron Crowe, fala sobre um rapaz de 15 anos aspirante a jornalista que consegue trabalho na revista Rolling Stone, e deve acompanhar a banda fictícia Stillwater em sua primeira excursão pelos Estados Unidos . A trilha sonora impecável conta com Led Zeppelin, Elton John, The Who, Yes, Lynyrd Skynyrd, David Bowie, Simon & Garfunkel, Rod Stewart, além de outros clássicos e canções originais do "Stillwater", banda que é uma mistura de três bandas, conforme o próprio Cameron: Led Zeppelin, The Allman Brothers Band e Lynyrd Skynyrd.


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Show de Sebastian Bach no Carioca Clube, em SP - 16/10/2016

No último dia 16, no domingo, Sebastian Bach, o eterno ex-vocalista da banda Skid Row fez um show no Carioca Bar, em SP, com um set repleto de clássicos do Skid Row e alguns covers.



Após um atraso de meia hora, o público ansioso gritava "Tião, Tião". E quando finalmente as cortinas se abrem aparecem o guitarrista Brent Woods, o baixista Rob De Luca e o baterista Bobby Jarzombek e começam a tocar o clássico "Little Wing" de Jimi Hendrix, e Sebastian vem logo em seguida e logo nas primeiras palavras "she's walking through the clouds(...)" leva o público à loucura. Depois foi a vez da belíssima balada "Breakin' down" do pouco lembrado Subhuman Race de 1995, e que foi trilha sonora do filme Anjos Rebeldes. Depois veio seguidas as baladas "18 and life", "Wasted Time", "Quicksand Jesus", e não há como descrever o êxtase em que a galera estava no momento, em um coro ímpar, repleto de feeling e entusiasmo.

Depois dessas uma fã mostrou uma faixa em que dizia que era seu aniversário, e Sebastian em toda sua modéstia e gentileza cantou "Happy Birthday to you(...)" para a moça que deve ter sido levada às lágrimas de emoção, e em seguida veio "I remember you", aquele tipo de música que você pode ouvir milhares de vezes, e em vez de enjoar, o fascínio aumenta cada vez mais, e ao vivo o sentimento de apreciação é ainda mais intenso. Depois veio a pedrada "Slave to the grind" do clássico disco homônimo de 1991, fazendo os fãs bangearem incessantemente. Depois as maravilhosas "Sweet little sister" e "Big Guns" do primeiro álbum, de 1989. A seguir outra pedradas: "The Threat",  "American Metalhead" e "Piece of me”. Após essas a esplêndida "Monkey Business" do Slave to the grind, um cover de "Tom Sawyer" do Rush, e "Rattlesnake Shake". A próxima foi o hino Hard "Youth gone wild", com direito a no meio dela a expulsão de um arruaçeiro, por ordem de Sebastian, que estava causando confusão na plateia. A noite foi encerrada com "TNT" do AC/DC.

Sebastian demonstrou uma grande simpatia e humildade em seu envolvimento com os fãs, e mostrou também que com seus 48 anos continua com um vocal incrível e canta com a alma, mostrando ser ainda um dos maiores ícones do Hard Rock. Com certeza um show mágico para guardar para a vida inteira no coração, tanto para os que já o tinham visto quando para os fãs que o viram pela primeira vez, apesar de muitos terem sentido falta da mais que clássica "In a darkened room", e de ter havido alguns problemas técnicos. Não havia tanta gente quanto deveria ter para alguém do calibre de Sebastian Bach, mas com certeza a maioria dos que estavam eram fãs de verdade e cantaram lindamente todas as canções executadas na noite.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Músicos de Rock/Metal que são vegetarianos e veganos


(Este post foi originalmente publicado por mim no site Whiplash, onde também sou colaborador: http://whiplash.net/materias/curiosidades/238326-archenemy.html)


Nem todo "rockeiro" e "headbanger" faz parte daquele esteriótipo de que adora álcool e churrasco hehe. E falando em churrasco, na verdade há um número enorme de músicos de Rock e Metal que optaram em seguir uma dieta vegetariana ou vegana, principalmente os mais ligados a ativismo e questões sócio-políticas.
A questão é: por quê? seria apenas coincidência ou teria alguma ligação a sua ideologia com o estilo musical que tocam? Muitas vezes não há ligação alguma; outras vezes há sim, e é bem simples: o rock desde o início andou lado a lado com ideias de contestação, protesto e revolução (e mesmo que isto já praticamente desapareceu há muitos anos ainda resta uma pequena faísca disso). E o que o vegetarianismo tem a ver com isso é que também é uma forma de contestação ao comum, ao que é aceitado normalmente por uma maioria sem ao menos questionar (obviamente há exceções). Ambas são formas "comedidas" de protesto; concordando com ou não com a ideologia do vegetarianismo, gostando ou não de Rock e Metal. É uma matéria apenas a título de curiosidade.
Eis alguns nomes:


Angela Gossow (Arch Enemy)

Imagem 

A ex-vocalista do Arch Enemy é vegetariana desde os 17 anos:
"A carne é assassinato. Sim, é! A nossa forma de produzir e alimentar em massa os animais estraga o nosso ambiente e nossa saúde profundamente e envergonha o nosso senso de humanidade e de misericórdia para com os outros seres vivos. Animais experimentam medo, pânico e dor tanto quanto nós e ainda assim nós os trancamos nas menores prisões que podemos encontrar e ignoramos as suas contusões, lesões e necessidade natural de se mover... Só para podermos devorar uma overdose de produtos de origem animal todos os dias. Pense antes de abrir a boca e enchê-la com um hambúrguer barato que isso nos custa um pedaço de floresta todos os dias! Lembre-se de nossos irmãos e irmãs do reino animal antes de consumir cegamente. Seja responsável por si mesmo e pelos outros. Seja vegetariano ou vegan, como eu, e faça uma mudança para melhor! "


Alissa White-Gluz (Arch Enemy)

Imagem 

E a atual vocalista da banda é também adepta da dieta vegetariana:
“Eu sou vegan há 15 anos agora, e ainda não achei outro estilo de vida que seja tão benéfico ao planeta. Da forma que eu vejo, tenho sorte de poder estar viva e bem, e só desejo o mesmo para os outros.”


Geezer Butler (Black Sabbath)

Imagem 

O lendário baixista do Sabbath é vegano há mais de 20 anos:
"Eu comia carne quando era jovem, mas eu não sabia de onde vinha. E um dia eu cortei um pedaço de carne e sangue saiu dele. Perguntei a minha mãe 'De onde veio isso?', e ela respondeu, 'De animais', e foi assim que virei vegetariano".


Bill Ward (Black Sabbath)

Imagem 

O baterista do Sabbath também é vegano há muitos anos:
"Todos os anos, quando eu recebo meus exames de saúde, eles estão cada vez melhores. Eu tive um ataque cardíaco há onze anos. O médico me perguntou se eu seguia uma dieta especial, quando eu estava nos cuidados intensivos, e eu disse ‘eu não como carne ou peixe’. Ele disse que minha dieta pode ter ajudado a salvar a minha vida e me fez superar meus ataques de coração, já que meus níveis de colesterol estavam bons. Ele me disse para permanecer com esse estilo de vida. Mas esse estilo de vida é ideal pra mim. Eu não me sinto com moral de dizer às pessoas para pararem de comer animais porque eu o fiz. Apenas digo que funcionou muito bem para mim”.


Joan Jett

Imagem 

A vocalista e guitarrista também é vegetariana:
"Uma dieta sem carne salva animais do sofrimento, combate a destruição ambiental e é melhor para a minha saúde."


Andre Matos (Angra, Shaman, Viper)

Imagem 

O multi-instrumentista e cantor de Heavy Metal brasileiro Andre Matos é vegetariano desde os 14 anos:
“Eu descobri fatos sobre o consumo de carne que acabaram me influenciando, mas acho que o que veganos pregam faz muito sentindo, porque sem a indústria da carne, o mundo seria melhor alimentado e de maneira mais saudável.”


Paul McCartney (The Beatles)



Imagem

O eterno ex-Beatle, vegetariano desde a década de 70, é claramente um grande ativista pelos direitos dos animais:
"A maior mudança que qualquer pessoa pode fazer em seu próprio estilo de vida é tornar-se vegetariana. Exorto a todos que dêem esse passo simples para ajudar o meio ambiente e salvá-lo para as crianças do futuro"


Steve Vai

Imagem 

O guitarrista é vegetariano há mais de 30 anos:
“Eu nunca me senti bem com a ideia de comer carne. Por anos eu não conseguia nem me sentar com alguém comendo carne. Não dizia a ninguém, tentava tolerar. Mas eu ligava aquilo ao fato de que comer carne é um ato violento e eu não queria fazer parte daquilo."


Floor Jansen (After Forever, Nightwish)

Imagem

A cantora também adotou a dieta vegetariana há poucos anos:
"Eu me tornei vegetariana faz quase 1 ano e não o fiz porque não gosto de carne, mas porque não gosto da industria ligada ao consumo de carne."


Derreck Green (Sepultura)

Imagem 

O vocalista do Sepultura é vegetariano é há muitos anos, e ativista pela causa:
"Eu tenho vários amigos que eram de New York e trabalhavam em diferentes lojas de comidas saudáveis, e eles me deram os nomes de vários livros para dar uma olhada nos direitos dos animais. Era uma coisa que eu realmente queria testar. Eu tinha sempre comido carne minha VIDA INTEIRA, e nunca tinha questionado isso até aquele momento da minha vida quando comecei a questionar um monte de coisas. Experimentei não comer mais carne. E depois de um tempo, eu não tinha mais o desejo de comer carne. Eu apenas abri a minha mente para isso e continuei assim."


Rob Zombie (White Zombie)

Imagem 

O músico e cineasta é vegano:
"A única coisa a qual eu realmente me importo são os animais - as causas animais. Eu realmente não me importo tanto com pessoas, mas os animais eu sinto que eles sempre devem ser protegidos"


Mile Petrozza (Kreator)

O eterno vocalista e guitarrista da banda de Thrash Metal Kreator também é vegano há muitos anos:

Imagem 
 

Também são vegetarianos (ou veganos) a cantora Joan Baez; o lendário músico recém-falecido David Bowie; BB King; Joey Ramone; o guitarrista jeff Beck; Elvis Costello; Rita Lee; Brian May do Queen; o ator e vocalista do 30 Seconds to Mars, Jared Leto; o guitarrista Steve Morse do Deep Purple; Steve Perry, vocalista do Journey; o líder do Pearl Jam, Eddie Vedder; todos os membros do Rage Against the Machine; o glam rocker Mark Bolan do T. Rex; Jukka Nevalainen, baterista do Nigthwish, Anthony Kields, fundador e vocalista do Red Hot Chili Peppers; João Gordo, do Ratos de Porão; Billie Joe, vocalista do Green Day; Tina Turner; Kirk Hammet, guitarrista do Metallica; Lenny Kravitz; Bryan Adams; os ex-beatles George Harrison e Ringo Starr; Johnny Marr e o cantor Morrissey, ambos do The Smiths; Bill Steer e Jeff Walker da banda Carcass; o baterista Chris Adler e o baixista John Campbell do Lamb Of God; Krist Novoselic, do Nirvana; Barney Greenway, vocalista do Napalm Death; Rodrigo Lima do Dead Fish, Tom G. Warrior do Triptykon e ex-Celtic Frost; o baterista Paul Mazurkiewicz do Cannibal Corpse; Peter Gabriel da banda de rock progressivo Genesis; Billy idol; o guitarrista Phil Collen e o baterista Rick Allen, ambos do Def Leppard; Thom Yorke do Radiohead; Liv Kristine ex-vocalista do Theatre of Tragedy e atual Leave's Eyes; Steve Howe, guitarrista do Yes; Charlie Watts dos Rolling Stones; Rikki Rockett do Poison, Serj Tankian do System of a down; a banda Cattle Decapitation; Stella Bridge e o Stefano, ambos da banda brasileira Sharyot; Juninho do Ratos de Porão; o guitarrista Dave Navarro; Doyle, ex-Misfits; Tuomas Holopainen do Nightwish; Gaahl, ex-Gorgoroth; Arnaldo Baptista; Carter Beauford, baterista da Dave Matthews Band; Nick Rhodes do Duran Duran; Chrissie Hynde, líder dos Pretenders; todos da banda Shelter; todos da banda Rise Against; todos da banda Heaven shall burn; todos da banda Rival Sons; todos da banda Between the Buried and Me; Ian MacKaye do Minor Threat; entre vários outros.